captação de pleitos

Manter-se em constante contato com a população e realizar a captação de pleitos é uma das atividades principais para um político de sucesso. Especialmente nos dias atuais, diante de tantas denúncias, os eleitores querem saber o que está acontecendo e cobram transparência e ações dos seus representantes.

Além de querer informações, muitas pessoas querem participar do mandato. Alguns o fazem por meio de sugestões de leis e projetos, outros por meio projetos sociais ou de grupos dos quais é envolvido.

Para ter sucesso na captação e aproveitar da melhor forma os recursos, apresentaremos neste artigo 5 dicas práticas que todo gabinete político precisa seguir. Confira!

Deixe a porta do gabinete sempre aberta

Congressos, plenários ou qualquer repartição política não são chamados de “casa do povo” à toa, por isso, é necessário que esses locais estejam sempre abertos para o eleitorado. É lógico que deve existir uma organização, porém, a equipe política deve estar sempre pronta a receber pessoas da comunidade que necessitam ter um contato com o candidato eleito.

Envio de solicitações virtuais

Muitos eleitores gostam de participar, mas em virtude de suas atividades profissionais, muitos não tem condições. Neste caso, manter canais de comunicações virtuais é a melhor forma de captar pleitos e estar junto do eleitor.

Tenha um blog com áreas de comentário, disponibilize um e-mail para contato e utilize aplicativos de mensagem para manter o canal aberto.

Presença forte nas redes sociais

O brasileiro passa uma boa parte do seu dia conectado as redes sociais, especialmente agora com os smartphones. Assim, é imprescindível que o político marque presença forte nas principais redes.

Tenha uma assessoria para cuidar do seu perfil e crie ações para alavancar o seu conteúdo e engajar os eleitores. Entre as boas práticas podemos citar:

  • fazer vídeos ao vivo;
  • apresentar as principais demandas do período;
  • fazer pesquisas para temas importantes.

Responder às solicitações

O ser humano possui necessidade intrínseca de respostas, ou seja, não dar retorno às solicitações pode acarretar numa fama negativa para o político. É preciso o desenvolvimento de estratégias para que toda e qualquer solicitação dos eleitores tenha o seu devido tratamento.

Além disso, pela expansão das mídias comunicativas, o número de solicitações e questionamentos será muito maior, o que automaticamente exigirá um trabalho mais árduo e eficiente de todos os envolvidos.

Ser sincero e coerente

Ainda que pareça uma dica óbvia, ser sincero é muito mais do que dizer sim ou não. Também é importante frisar que, por mais que deseje, é impossível que o político atenda cada eleitor pessoalmente. Então, em primeiro lugar, é preciso ter uma equipe de apoio preparada para responder com educação todos os pedidos.

Dito isso, ressaltamos que muitos dos pedidos que chegam ao gabinete são incoerentes e não agregam valor para o mandato, como por exemplo:

  • pedidos de dinheiro emprestado;
  • pedidos de carnes e bebidas para festas;
  • materiais de construção para reformar a casas.

Assim, a sinceridade e a coerência devem falar mais alto para negar solicitações como essas. Da mesma forma que os pedidos sérios precisam ser respondidos com responsabilidade e imparcialidade.

Na era da internet é preciso um trabalho muito mais coeso para obter sucesso na captação de pleitos. Do mesmo modo que aumentaram as opções para se comunicar com os eleitores, também cresceu a exigência por um trabalho mais eficiente e transparente por parte das equipes de gabinete.

Gostou de saber como melhorar a captação de pleitos? Que tal agora entender como definir melhor uma estratégia de campanha eleitoral?


captação de pleitos

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

Você precisa estar logado para comentar.