Algo bastante frequente na rotina de políticos e candidatos são as visitas. Feitas tanto no período da campanha ou no mandato, elas são essenciais para conquistar a confiança e manter o bom relacionamento com os eleitores.

Mas aqui surge um grande problema: como saber quem eu visitei, quantas vezes e o que conversamos em cada encontro? A tecnologia pode te ajudar muito nisso. Veja o que você precisa fazer:

1º Passo: Ter um sistema capaz de fazer essa gestão

Hoje em dia, ter um software capaz de centralizar o trabalho da sua equipe é fundamental. O ideal aqui é esquecer papéis e planilhas, já que precisamos de segurança e agilidade. O SGP é o software perfeito para te ajudar nisso.

2º Passo: Cadastrar o eleitor em questão no seu banco de dados

Com o sistema em mãos, você precisa cadastrar seus eleitores ou fazer uma importação da sua base atual. É muito importante que a visita esteja vinculada à pessoa em questão, já que manter um histórico é essencial.

Se o eleitor que você estiver indo visitar ainda não possuir cadastro, essa é uma oportunidade incrível para a coleta desses dados.

3º Passo: Registrar a visita

Depois da visita, é imprescindível registrar tudo o que foi conversado com o eleitor e se houve alguma solicitação. Por exemplo, ele pode ter comentado que as ruas do bairro estão cheias de buracos e você ficou de tentar resolver o problema. Basta cadastrar essa demanda no sistema, designar um responsável dentro da sua equipe e uma data limite. Você pode fazer exatamente isso com a funcionalidade “Atendimentos” do SGP.

É normal um político receber dezenas ou centenas de solicitações semanalmente. Sem um controle bem feito, a maioria desses atendimentos acabam sendo perdidos. Falamos sobre isso no eBook “Atendimento à população” (baixe gratuitamente clicando aqui).

4º passo: utilizar essas informações a seu favor

Quando você tem controle sobre as visitas que faz, as possibilidades estratégicas são inúmeras. Com o SGP, por exemplo, você pode:

  • Geolocalizar no mapa todas as visitas feitas em um determinado período de tempo
  • Enviar um email ou SMS para as pessoas que você visitou em um determinado bairro
  • Gerar um relatório periódico para saber quem você visitou e como foram esses encontros
  • Saber quais temas (saúde, educação etc) tiveram um maior número de solicitações dos eleitores
  • Integrar a solicitação feita pelo eleitor na visita com o responsável pela tramitação do pedido no gabinete

É muito simples controlar suas visitas com o SGP, um sistema feito baseado na realidade de políticos e candidatos. Clique aqui para ver uma demonstração gratuita em vídeo.

eBook Atendimento à população