A poucos dias da votação, este é o momento em que o candidato precisa focar sua atenção e se doar. É hora de conversar com os eleitores que faltam e confirmar com os cabos eleitorais a quantidade de votos conquistada. Em resumo: é hora de botar a cara na rua.

Nesse cenário, algumas ações são imprescindíveis:

Intensificar as visitas

Se você e sua equipe já estavam na rua, agora é a hora de expandir o número de visitas e reuniões políticas. Conversar com as pessoas e mostrar suas propostas é muito importante. Lembre-se: um eleitor fisgado sempre vai acabar militando voluntariamente e conquistando pelo menos mais um voto.

Tomar cuidado com o envio de SMS

Somente as operadoras TIM e OI autorizaram o envio de mensagens com conteúdo político, ou seja, usar o SMS para “pedir voto”. Todas as outras operadoras, como Vivo e Claro, estão monitorando o conteúdo das mensagens em busca de termos como “vote” e “vereador”.

Tente enviar mensagens menos agressivas, focando no relacionamento com o eleitor e fugindo do simplório “vote em mim”. E lembre-se: nunca mande mensagens para celulares que você não tenha captado genuinamente. Veja mais algumas dicas sobre SMS aqui.

Caprichar no email marketing

Enviar suas ideias por email é sempre uma boa alternativa. Mas fique atento: mande apenas para pessoas que conhecem o candidato e segmente sempre. Se você tem propostas para uma região específica, por exemplo, é interessante criar campanhas de email diferentes e que sejam entregues somente aos moradores daquele lugar. O SGP pode te ajudar nisso.

Em resumo: a reta final da campanha é decisiva e você precisa estar atento. É hora de arregaçar as mangas e mostrar que você pode transformar sua cidade em um lugar melhor. Algo que pode te ajudar muito nisso (e depois de eleito também) é o SGP, uma ferramenta feita para políticos e candidatos. Clique aqui para conhecê-la.


Banner do eBook sobre campanha eleitoral