Engana-se o político que pensa que o YouTube é um espaço exclusivo para celebridades e adolescentes em busca de curtidas. De fato, é inquestionável que esse público já entendeu o poder da ferramenta — que é uma das mais acessadas da internet — e sabe como criar conteúdos para a autopromoção.

No entanto, quando bem utilizado, o marketing político no YouTube pode trazer um forte apelo também para candidatos. Afinal, uma campanha eleitoral também é uma forma de autopromoção, não é mesmo?

Exatamente por isso, explicaremos a importância do vídeo e quais cuidados você deve ter para criar materiais relevantes para os eleitores, ao longo deste artigo.

Curioso? Então, siga com a leitura!

Afinal, qual a importância do vídeo para campanha eleitoral?

O vídeo é o formato de mensagem que apresenta um dos maiores poderes virais. Grosso modo, o termo “viralizar uma mensagem” significa que ela foi curtida, compartilhada, visualizada e comentada por milhares de pessoas.

Imagine todo esse apelo jogando a favor de sua campanha política. Interessante, não é mesmo? No próximo tópico, mostraremos o tipo de conteúdo que deve ser produzido para atingir esse objetivo.

Como produzir conteúdos relevantes para os eleitores?

Antes de falarmos sobre a produção de conteúdos atrativos e interessantes para os eleitores, é importante fazermos uma breve explicação sobre a qualidade do seu vídeo. Assim, tenha certeza de que o material audiovisual tem as seguintes características:

  • apresenta imagem e som limpos;
  • tem uma boa edição — com cortes oportunos;
  • é objetivo — eleitores têm pressa, por isso, não se alongue;
  • tem gráficos claros (quando necessário).

Com todos esses cuidados tomados, é chegada a hora de produzir o conteúdo do vídeo. Para isso, foque em apresentar soluções e propostas muito bem fundamentadas e estruturadas.

Se o conteúdo for extenso, evite gravar vídeos longos, pois o seu eleitor dificilmente assistirá até o final. Ao contrário disso, publique em pequenas partes (pílulas). Desse modo, você conseguirá prender a atenção da audiência e ainda gerar uma expectativa pela próxima publicação.

Por último, faça um questionamento sincero antes de publicar o seu vídeo: “será que eu me interessaria de verdade por esse conteúdo e o assistiria até o fim?”.

Claro que você precisa pensar pela ótica do eleitor para responder essa pergunta de forma imparcial. Portanto, se a sua resposta for “não”, reveja o material. Do contrário, publique-o e fique preparado para responder comentários e interagir com os seus seguidores!

Como criar um canal para campanha?

Agora que você já entendeu a importância do vídeo e como criar conteúdos relevantes para o seu eleitor, é chegada a hora mais importante: criar o seu canal gratuito no YouTube!

Esse processo é bem simples e intuitivo: basta acessar a plataforma e preencher o cadastro com as informações solicitadas.

Feito isso, o seu canal estará disponível e você poderá personalizá-lo para começar a publicar os seus primeiros vídeos.

Por que fazer marketing político no YouTube?

Sem dúvidas, o YouTube é meio estratégico e democrático para candidatos estreitarem o relacionamento com os eleitores sem ficarem presos aos poucos segundos disponibilizados pelo programa eleitoral da TV.

Por isso, não perca mais tempo e crie agora mesmo o seu canal no YouTube!

Gostou deste artigo? Entendeu por que você deve fazer marketing político no YouTube? Então leia o nosso post que mostra essa e outras mídias sociais para políticos e como utilizá-las de maneira eficiente!


Marketing digital para políticos