SMS em campanha eleitoral

O SMS em campanha eleitoral é um ótimo canal de comunicação com o eleitor. Entretanto, é preciso utilizá-lo de maneira correta. Caso contrário, o serviço se tornará ineficiente e poderá passar uma imagem ruim do candidato.

Isso ocorre porque muitos políticos acabam comprando banco de dados contendo números de celulares aleatórios. Essa prática é extremamente prejudicial e invasiva, já que a pessoa que receberá a mensagem não autorizou o serviço.

Se você quer saber mais detalhes sobre o assunto, está no lugar certo! A seguir, vamos te explicar como funciona o envio de SMS durante uma campanha e te mostrar como tornar essa estratégia mais eficiente. Confira!

Qual é a importância do SMS?

Apesar de muitos acreditarem que o SMS tem perdido a força nos últimos anos, ele ainda é um excelente canal de comunicação com o eleitor. Diferentemente de outros aplicativos — como o WhatsApp —, as mensagens conseguem chegar a todos os celulares, incluindo os modelos mais simples e os que não possuem internet.

Desse modo, o candidato conseguirá transmitir o seu comunicado para todos os segmentos da população: da zona sul à periferia. Para que o resultado seja satisfatório, porém, é necessário utilizar o serviço com cautela. O ideal é enviar o SMS apenas para as pessoas que você já conquistou, ou seja, os seus eleitores.

Como funciona o envio de SMS em campanha eleitoral?

Para que a estratégia dê certo, não basta enviar mensagens aleatoriamente para as pessoas. É preciso, basicamente, seguir três etapas: a criação de uma lista segmentada, a elaboração de conteúdos relevantes e o monitoramento de recebimento.

Para te ajudar a elaborar um plano eficiente, iremos te explicar cada uma delas. Veja:

Lista segmentada

A criação de uma lista segmentada é o primeiro passo de uma estratégia de SMS Marketing. Você pode separá-la por região, classe social, aniversário, sexo, profissão, e-mail, unidade vinculada, entre outros. Para isso, existem os softwares de gestão política que são capazes de automatizar esse processo, tornando-o mais eficiente.

Segmentar a sua lista de contatos é importante para garantir que a mensagem seja enviada para a pessoa certa. Por exemplo, se você tem um projeto no bairro X, uma forma de divulgá-lo é disparando um SMS para os moradores daquela região.

Vale ressaltar, ainda, que essa lista deve ser criada com os contatos de potenciais eleitores que você já conquistou. Fuja dos bancos de dados comprados ou doados. Além de serem ineficientes, eles poderão passar uma imagem ruim de você. Afinal, ninguém quer receber uma mensagem que não autorizou ou não tem interesse.

Conteúdos relevantes

Com uma lista de eleitores em mãos, chegou o momento de disparar os SMS. Nessa hora, você deverá criar conteúdos relevantes para cada grupo. As pessoas que estão fazendo aniversário, por exemplo, poderão receber mensagens de felicitações.

Já os moradores do bairro X ficarão felizes com a notícia de que você tem um projeto para implantar um parque no local. Enfim, é preciso elaborar conteúdos de acordo com os interesses dos eleitores.

Para te ajudar, veja algumas dicas de temas relevantes:

  • agenda do dia: tente enviar somente os eventos que sejam interessantes aos eleitores. Se você vai a uma festa junina em determinado bairro, comunique somente àquelas pessoas que moram na região;
  • feedback de solicitação: se você já tem um mandato, é muito importante informar ao eleitor sempre que uma demanda foi atendida;
  • novidades da campanha: como o SMS só permite o envio de 160 caracteres, coloque um link ao final da mensagem para mais informações;
  • mensagens de incentivo: dispare esse tipo de conteúdo para militantes e cabos eleitorais.

Monitoramento da estratégia

Para uma estratégia dar certo, ela precisa ser monitorada. Por isso, é importante analisar a quantidade de pessoas que receberam e responderam a mensagem. Um bom software pode fazer isso automaticamente para você.

Qual é a diferença entre short code e long number?

Se você está pensando em investir no envio de SMS em campanhas eleitorais, saiba é necessário familiarizar-se com dois termos: short code e long number.

Simplificadamente, o long number é caracterizado pelo disparo de mensagens cujo o remetente possui um número idêntico ao de uma linha normal. O problema é que as operadoras de telefonia, assim como a Anatel, não têm autorizado o recebimento de SMS oriundos do long number. O mesmo ocorre com campanhas que utilizam “chipeiras” — equipamentos que permitem o envio de um grande número de SMS.

O short code, portanto, deve ser a forma utilizada por você. Diferentemente do long number, ele possui um número de 5 a 6 dígitos e é autorizado pelas empresas de telefonia e pela Anatel. Há inúmeras vantagens em investir nesse método, como:

  • a taxa de entrega é de 98% (enquanto do long é de 20%);
  • permite que o eleitor responda a mensagem;
  • fornece estatísticas reais de entrega;
  • é regulamentado pela Anatel.

Como tornar o envio de SMS mais eficiente?

Sem dúvidas, investir em um software de gestão é a melhor forma de otimizar o disparo dos seus SMS durante uma campanha. Com o SGP, por exemplo, você tem a oportunidade de criar listas segmentadas, visualizar as respostas dos eleitores, acompanhar o andamento de cada disparo e ainda analisar várias estatísticas.

Além disso, um bom software tem outras funções importantes para um mandato e para uma campanha. Com ele, é possível automatizar o processo de cadastro e atendimento das demandas da população, receber a geolocalização dos seus votos, gerir o gabinete com eficiência, receber relatórios e análises, entre outras funcionalidades.

Como vocês viram, o SMS ainda é um importante aliado de quem deseja vencer uma eleição. Com ele, você conseguirá transmitir a sua mensagem para o maior número de eleitores possível, além de ter 100% de garantia que o seu comunicado chegará.

Para que a estratégia seja eficiente, contudo, não se esqueça de disparar os SMS somente para quem realmente está interessado em recebê-los. Além disso, crie listas segmentadas, elabore conteúdos relevantes e invista em um bom software.

Para aumentar ainda mais o seu conhecimento sobre SMS em campanha eleitoral, baixe gratuitamente o nosso ebook “SMS Marketing para políticos”.


Marketing digital para políticos

Deixe seu comentário
Comentários desabilitados.