Construir uma reputação na internet não é tarefa fácil. Uma boa imagem requer uma série de estratégias, tempo e um bom gerenciamento de crise. Os políticos sempre lidaram com crises de imagem com a TV e os jornais, por exemplo.

Com a chegada da internet, isso se intensificou. No mundo online, qualquer tipo de acontecimento pode ganhar grandes proporções, gerando uma propaganda que pode ser indesejada para a imagem do político.

Com os políticos cada vez mais presentes no meio digital, a preocupação com a reputação deve aumentar. É na internet que as pessoas se sentem mais livres para criticar e onde elas querem ser respondidas de imediato.

Estar preparado para estes momentos, munido de uma boa equipe, é essencial. Neste post, listamos algumas dicas de como gerenciar e resolver as situações de crise de imagem nas redes sociais de maneira sensata.

Crie um plano de ação

É muito importante que a equipe de comunicação e gestão de mídias tenha um plano de ação para eventuais crises antes mesmo que elas aconteçam. Saber como agir para gerenciar crise em rede social pode ser um fator determinante.

Mapear todas as eventuais crises e um roteiro de ação para lidar com elas vai poupar muito tempo e estresse quando uma verdadeira crise acontecer. O plano de ação pode ajudar a equipe a não desestabilizar nos momentos cruciais de estresse e evitar que a crise piore ainda mais.

Resolva o quanto antes

O tempo precisa ser seu maior aliado. Em tempos de internet, as coisas podem tomar proporções gigantescas em questão de minutos. Por isso, é preciso que a equipe aja de forma hábil para evitar que o incêndio tome conta do palheiro.

Deixar comentários ou mensagens importantes para responder depois pode ser um erro. Agir por impulso também. O ideal é manter a cabeça no lugar e tentar conter a crise respondendo o eleitor.

Leve a conversa para o âmbito privado

Esta é uma questão muito importante, pois, tratar de uma crise no âmbito público pode pegar mal. Se uma pessoa fizer alguns comentários, chame-a no privado (a famosa inbox/direct) e tente conversar com ela por ali. Vale até pedir o número de telefone para ligar e já resolver a questão no ato.

Responder comentários na própria publicação pode acabar dando a ideia de uma discussão pública. Além disso, pode inflamar outras pessoas a responderem e a brigarem também. Isso aumenta as chances de haver trocas de mensagens ofensivas envolvendo o nome do político. Algo que queremos evitar o máximo possível, não é mesmo?

Assuma os erros

Caso o político tenha de fato cometido algum erro, assuma e publique oficialmente um pedido de desculpas. Ignorar erros não pega bem pra imagem de nenhuma figura pública. Assumir o erro imediatamente e mostrar uma solução demonstra humildade e modéstia perante o eleitorado.

Inclusive, reconhecer o erro e demonstrar que está apto a corrigi-lo, pode mudar a percepção das pessoas perante a crise inicial, revertendo uma situação adversa para uma positiva.

Aprenda com a crise

Uma crise nunca é um fator isolado, por isso é muito importante que a equipe aprenda com os ocorridos. Depois que uma crise for gerenciada, analise novamente o plano de ação e atualize-o com as novas informações. Surgiu alguma situação que não esteva prevista no protocolo de ação inicial? Quais foram as formas utilizadas para resolvê-la? Esta é a melhor atitude para determinada situação?

Gerenciar crise em rede social é um trabalho constante. Analisar as causas da crise e pensar em outras estratégias de gerenciamento pode ser o ponto chave para as próximas situações.

Que outra dica você utiliza para auxiliar no gerenciamento de crise? Comente aí embaixo! Além disso, mantenha-se atualizado sobre nosso conteúdo de gerenciamento político assinando nossa newsletter!